terça-feira, 15 de setembro de 2009

“Prazer” restrito


Mesmo após tantos anos da chamada Revolução Feminina, as mulheres ainda não sabem lidar com prazer, e não estou falando (apenas) de prazer sexual.
Fico pensando que a busca da Revolução por igualdade, manteve a mulher praticamente no mesmo lugar. Não quero discutir as(inegáveis) conquistas no direito, trabalho; mas ampliar a discussão para o emocional.
A conquista que falta às mulheres é se permitir prazer..
Nosso contexto social e familiar não permite às mulheres o brincar, o lúdico... Desde a infância a menina aprende que o seu brincar é restrito, afinal ela é uma ‘mocinha’, determinadas atitudes não são bonitas, não são convenientes.
Como alguém brinca sem gritar, sem se sujar, sem bagunçar os cabelos?? Os meninos - ao contrário - gritam, se jogam no chão, sobem em árvores, se sujam....
Festa de criança!!! Já perceberam como a maioria das meninas vão vestidas? Como brincar com tanto laço, babado, meias?
Assim, as mulheres crescem sem saber o que é se divertir. O dever está sempre na frente. A tripla jornada é uma conseqüência, a ideia de fazer tudo bem feito e no tempo certo.
Se acontece um almoço em família, reparem aonde ficam os homens e aonde ficam as mulheres...eles estão conversando, bebendo, rindo...elas correndo de um lado para outro, lavando, exigindo...
A (re)evolução das mulheres é se permitir brincar, sentir prazer, rir mais...abrir janelas para um novo mundo.
Mulheres e homens são diferentes, mas ambos podem e merecem brincar!

Imagem: Marc Chagall (Google Images)

4 comentários:

MaGGa MESTRA disse...

hihihihi!
Vc ainda nao me viu em festas!
Mas me conhece um pouquinho.
Precisa de me ver em festa infantil, onde tenha cama elástica,pula-pula e outros brinquedos.
È demaissssssssssssssss!...

Daniela Tameirão disse...

Olá Janaina!
Belo texto. Nós mulheres, realmente, nos privamos muitas vezes de brincar... em todos os sentidos. Precisamos (re)agir!!! Abraços.
Daniela Tameirão.

Vera disse...

Muito bom,Janaina!!
Continue escrevendo e trazendo reflexões significativas para todos nós.
Abraços,
Vera

Anônimo disse...

Concordo com vc....que tal entao fazermos uma revolucao e comecarmos a aproveitar mais vida?
entao vamos combinar de sair?
rsrsrsrs....
beijos saudades...
Patricia