terça-feira, 23 de outubro de 2007

Cem dias entre o céu e mar (klink,Amyr)

O livro conta a trajetória de Klink em sua busca de realizar o sonho de cruzar o Atlântico à bordo um pequeno barco:o Paraty.
De sua aventura fica a certeza de que quando se tem um sonho o universo conspira a seu favor para realizá-lo. Há uma série de ‘coincidências’ que acontecem com ele no exato momento em que ele precisava: pessoas trazem presentes, conhece pessoas que sabiam daquilo que ele precisava e, tantas outras que ele narra e são fascinantes.
Pensando na sincronicidade e nesta rede que vivemos, fato valorizado pela sistêmica, a trajetória de Klink nos mostra que isto é possível.
Outras situações importantes no livro: o fato de se estar sozinho por 100 dias no mar revela o quanto as pequenas coisas são importantes: bilhetes de amigos, velhas músicas, a hora de falar no rádio (ouvir gente), o convívio com os animais e o aprendizado com eles.
O ser humano se percebe como mais um no universo, fazendo parte ao invés de acreditar que é o melhor, que tem o controle de tudo. Klink aprendeu que os peixes ajudavam em sua travessia, sinalizavam a presença ou não de tubarões ou baleias e estas tinham um motivo para visitá-lo: a alimentação (pequenos moluscos que se agarravam ao barco)
A frase ‘navegar é preciso, viver não é preciso”, toma dimensões significativas e apóia a leitura deste livro.
A navegação é algo preciso, há precisão de coordenadas, de pontos, mas viver não traz nenhuma certeza, mas Klink diz que viver é fundamental!!
É um livro fantástico, com certeza nos ensina que é preciso viver a cada dia superando dificuldades, lutando, mas aprendendo a valorizar as pequenas coisas a nossa volta. Dando valor às pessoas que de uma maneira ou outra fazem parte de nosso caminhar.

2 comentários:

Pablo disse...

É impressionate a coragem desse rapazinho. Queria eu conseguir encarar a vida assim de frente como ele. Deve ser uma leitura maravilhosa.

Abraço,

Pablo
http://cadeorevisor.wordpress.com

MaGGa MESTRA disse...

haahha! Adorei o q escreveu, me ajudou muito, não estou tendo tempo de ler e com seu resumo fiquei sabendo o q é " Cem dias entre o céu e o mar".
E depois de pensar qta aflição foi enfrentada, fico aqui em terra mesmo.