sábado, 30 de janeiro de 2010

Mal me quer, bem me quer


Lembram dessa brincadeira? Bom, era comum no interior de Minas: a gente despetalava uma flor (que não me lembro qual era) à espera da resposta se aquela pessoa (claro!!! Um menino) nos queria bem ou mal.
Como gostamos de ser amados, apreciados...é bom não é?
Mas tenho visto muitas pessoas optando por serem infelizes, mal humoradas; ainda que algumas escolham sem consciência do que fazem.
Ah... o que isto tem a ver com a plantinha?
Estas pessoas já se acostumaram a tratar as outras mal, a não sorrir, a serem mal- humoradas; embora reclamem quando recebem o mesmo tratamento. Como você quer ficar com o “bem me quer” se você só joga o “mal me quer”?
Ficar perto de pessoas mal- humoradas, chatas, que reclamam de tudo e dá “piti” por qualquer coisa que acontece...ninguém merece!
Claro, você pode estar pensando: minha vida é muito difícil, sofro muito, tudo dá errado, falta dinheiro, falta amor, falta..... Quando tiver tudo isso, aí sim, vou sorrir, ser feliz.
Desista! Escolha ser feliz agora. Ser feliz não é ausência de problemas (eles sempre existirão, só mudam de perspectiva). Ser feliz é escolher que a vida é sua e você vai cuidar do possível, o impossível não é seu departamento.
Opte pelo “bem me quer”, faça diferença na sua vida, na sua saúde. Se sua sogra, seu marido (ou esposa), seu chefe, resolveram ser “mal me quer”, deixe isto com eles. Cuide de você.
(Este texto foi publicado no blog www.monalisadepijamas.com.br , no qual fui convidada a ser colaboradora)
Imagem: Google

4 comentários:

Lourdes disse...

Olá Janaina, agradecemos pela indicação do livro "O anel que tu me deste" de Lidia Aratangy e gostariamos de acrescentar que na visão da teraupeuta, autora do livro, que para amarmos e sermos amados precisamos aprender a prestar atenção no outro e no momento em que vivemos... Um abraço, Lourdes

Anônimo disse...

Janaína, Parabéns pelo texto publicado no blog Monalisas de Pijamas, já passei por lá e deixei meu comentário. Quanto ao "Mal me quer, bem me quer", já decidi, na minha vida não cabe pessoas mal me quer. Precisamos é de viver de bem com a vida , bem me quer sempre! Abs., Daniela Tameirão

BLOG DA NICE disse...

Com certeza eu me lembro dessa brincadeira!
Concordo que devemos escolher bem me quer mas a vida nos prega peças, as coisas vão acontecendo devagar, e quando percebemos já estamos mal humorados e não gostamos nem de nós nem de ninguém.

Ótimo texto Janaina.
Abçs
Berenice

Anônimo disse...

nossa jana tudo de bom seu texto !!!

carol